Artigos Scout PFTF

Scout PFTF – Matheusinho

Nome:  Matheus Leonardo Sales Cardoso

Idade: 21 (11/02/1998)

Altura e Peso: 1,64m e 60kg

Melhor pé: Direito

Naturalidade: Belo Horizonte-MG, Brasil

Posição: Meia-ofensivo / Ponta esquerda

Clube atual: América-MG

Em 2016, quando Matheusinho ainda era menor de idade (17), a rotina de pegar dois ônibus para ir treinar no CT Lanna Drumond era normal para o camisa 10 alviverde, assim como para os milhões de trabalhadores “comuns” espalhados pelo Brasil. A joia da base americana estava prestes a disputar a Copa São Paulo de Futebol Júnior, competição que revelara nomes como Neymar, Gabriel Jesus, Lucas Moura e tantos outros, e Matheusinho sabia da importância do torneio para a sua carreira a longo prazo e principalmente, no próprio América.

Naquele mesmo ano, o baixinho Matheus anotou 4 gols e concedeu 5 assistências pela Copinha, sendo um dos principais responsáveis pelo 4º lugar alcançado pelo Coelho no torneio. Com o bom desempenho, teve o seu contrato renovado até o ano de 2020 e foi levado ao time principal pelo experiente técnico Givanildo de Oliveira, que tinha a intenção de ajudar no amadurecimento do atleta fazendo-o treinar com os mais experientes e se desenvolver profissionalmente no time A do clube.

Análise

Após a sua integração ao time A do clube mineiro, Matheusinho estreou aos 18 anos, 03 meses e 23 dias na Serie A do Brasileirão diante da Ponte Preta, numa derrota sofrida pelo América por 2 x 1 em 2016.

Apesar da pouca idade, o meia já soma 108 partidas no time principal do América, e esse número poderia ser maior não fosse uma lesão – rompimento dos ligamentos do joelho – que o tirou dos gramados por 270 dias (20 partidas) em outubro de 2017 até julho de 2018.

Números pelo Coelho:

  • SÉRIE A: 35 partidas disputadas (18 em 2016 e 17 em 2018), 2 gols anotados (2 em 2018) e 1 assistência (1 em 2016);
  • SÉRIE B: 47 partidas disputadas (24 em 2017 e 23 em 2019), 6 gols anotados (2 em 2017 e 4 em 2019) e 4 assistências (3 em 2017 e 1 em 2019);
  • COPA DO BRASIL: 5 partidas disputadas (3 em 2016 e 2 em 2019);
  • MINEIRO: 20 partidas disputadas (3 em 2016, 5 em 2017 e 12 em 2019), 4 gols marcados (1 em 2017 e 3 em 2019), além de 1 assistência (2019);
  • PRIMEIRA LIGA: 1 partida disputada (2017).

Devido a sua baixa estatura e o seu peso, Matheusinho usa e abusa da sua velocidade e técnica para lidar com os defensores adversários. Possui muita agilidade e um bom controle de bola, além de se deslocar com inteligência atacando os espaços deixados pelos rivais. Jogando pela ponta esquerda – como tem feito no decorrer dessa Série B -, ele tende a buscar o pé “bom” para rematar na entrada da área ou enfiar passes com o intuito de deixar os companheiros na cara do gol.

Matheusinho atacando o espaço livre na área adversária (ontem (16/10) o camisa 10 fez um gol idêntico frente ao Vila Nova-GO em vitória por 2×0 do América)
Matheusinho pela esquerda: puxa para dentro através do drible e remata no ângulo – Wyscout
Atributos relevantes de Matheusinho. Em verde os atributos do atleta e em amarelo a média da posição – SofaScore
Atributos relevantes de Soteldo. Em verde os atributos do atleta e em amarelo a média da posição – SofaScore

Apesar de possuir o número 10 estampado em sua camiseta, o jovem meia tem bastante poder de fogo e tem um papel mais ligado ao de um meia-atacante, tal como Yeferson Soteldo no Santos. Isso também se confirma pelo fato de ele estar vivendo a sua temporada mais goleadora: já foram 7 gols no ano, sendo 4 pela Série B e 3 pelo Mineiro.

Não existe uma fórmula certa dentro do futebol. Por isso, um modelo de jogo que deu certo em um clube X não é garantia de que renderá tão bem quanto no clube Y, tal como os atletas (e técnicos) que são os atores principais e responsáveis por fazer a engrenagem que é o esporte, girar.

Assim sendo, um jogador de 21 anos de idade, que conviveu com diversas trocas de técnicos em seus 4 anos como profissional, que viu o clube que defende desde os 13 anos descer e subir de divisão em 4 oportunidades, além de uma lesão que lhe tirou dos gramados por quase 10 meses, poderá ter (muitas) dificuldades de se encaixar em um outro clube, com um perfil diferente e estilos de jogos distintos.

Dito isso, o Player For The Future de hoje poderia integrar 2 grandes times de São Paulo para o ano que vem:

Corinthians

Muitas críticas têm sido feitas em cima do trabalho de Fábio Carille no comando do Corinthians nessa temporada e, apesar de grande parte das críticas serem infundadas quando falamos da posição ocupada no campeonato (4º colocado) com o elenco que tem em mãos, e menos em relação ao que o time produz jogo após jogo. Um dos problemas desse Corinthians é justamente a falta de mobilidade em zonas ofensivas, além da falta de talento, também em termos ofensivos, visto que apenas Pedrinho e Mateus Vital são os concentradores de qualidade.

Por possuir características de um ponta e ter qualidade com a bola nos pés o suficiente para jogar mais centralizado, Matheusinho poderia fazer o lado esquerdo do ataque corintiano, que tem Clayson como principal atleta para a posição e possui características mais físicas do que o americano. Uma combinação entre Matheus (do América), M. Vital e Pedrinho agregaria muito ao meio-campo do time paulista e poderia dar ao técnico e aos torcedores o que tanto pedem: mais gols, ofensividade e qualidade.

Santos

Adepto do “jogo de posição”, Sampaoli pensa o jogo de maneira antagônica ao técnico corintiano. Em resumo, ele crê que a posse da bola é a melhor maneira de se aproximar da vitória, e o jogo de posição refere-se aos jogadores, em que esses se mantenham em determinadas partes do campo para que a bola vá até eles, e não o contrário, e somente após a bola chegar é que os jogadores irão optar por um drible ou um passe para um companheiro já posicionado em uma área pré-definida ou uma bola enfiada devido às circunstâncias da partida.

Como citado e até demonstrado acima, Matheusinho e Soteldo possuem características semelhantes, além de ambos possuírem pouca idade e um potencial enorme pela frente. Uma possível ida do camisa 10 do Coelho para o time da baixada santista poderia ocorrer com a venda do venezuelano que é especulado em outros clubes desde que chegou ao Santos. O jovem mineiro tem capacidade de realizar um papel semelhante ao que Yeferson faz atualmente, visto que ambos atuam na mesma posição, apesar de estarem inseridos em ambientes completamente diferentes, além de ser 1 ano mais novo.

Com uma possível ida do time mineiro à Série A em 2020, o seu valor de mercado deverá subir ainda mais. Atualmente, o seu VM está na casa dos 900 mil euros, entretanto, por ter um perfil vendedor e saber negociar bem às suas promessas, a diretoria americana com certeza espera arrecadar um valor amplamente superior a esse. O que pode ser um entrave para qualquer clube brasileiro.

Apesar disso, em qual clube você acredita que o camisa 10 se daria melhor no próximo ano? No Corinthians de Carille ou no Santos de Sampaoli? Comente aqui o que você pensa sobre as características de jogo do atleta e as dos treinadores citados que você acha ser a melhor para o meia.

0 comentário em “Scout PFTF – Matheusinho

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: