Artigos Scout PFTF

Scout PFTF – Ignacio Jeraldino

Nome: Ignacio Alejandro Jeraldino Jil

Idade: 23 (06/12/1995)

Altura e Peso: 1,84m e 79kg

Melhor pé: Direito

Naturalidade:  Llaillay, Chile

Nacionalidade: Chilena

Posição: Atacante (centroavante)

Clube atual: Audax Italiano

Vindo da base do Unión San Felipe, Jeraldino estreou profissionalmente na Primera División (1ª Div. Chilena) em outubro de 2011, quando ainda era um garoto de 15 anos de idade. Um ano mais tarde foi despromovido ao time 2 do clube, o Unión San Felipe II, que disputava a Terceirona Chilena, chamada de Segunda División. Aos 16 anos, Jeraldino participou de 16 partidas e anotou 5 gols, fundamentais para pavimentar a sua volta ao time A e ajudar-lhe na sequência da carreira.

Em 2013/14, com o Unión disputando a Segunda Divisão do Chile (Primera B), Ignacio (17) estreou na competição no dia 21 de abril, onde foi titular e anotou um gol aos 55′. Naquele ano, o centroavante somou 27 partidas como titular e anotou 9 gols, sendo 5 pela Primera B e 4 pela Copa Chile.

Resultado de imagem para ignacio jeraldino parma
Jeraldino pelo Parma em 2014/15 – Via Jornal Marca

Na temporada 2014/15, Alejandro teria a sua primeira experiência europeia. Foi adquirido por empréstimo pelo Parma, da Itália, mas não chegou a atuar no time principal, que contava com jogadores do quilate de Antonio Cassano, o ítalo-brasileiro Amauri e Antonio Mirante, tendo apenas ficado no banco contra a Internazionale em partida vencida pelo pelos Parmensi por 2×0. Já pelo time Sub-19 no Campionato Primavera A (o mais importante para as equipes de base italianas) e pela Coppa Primavera, o centroavante participou ao todo de 10 partidas (9 pelo Campionato e 1 pela Coppa) e anotou 6 gols (5 pelo Campionato e 1 pela Coppa). Devido aos problemas financeiros vividos pelo Parma, o clube acabou sendo rebaixado naquela temporada na lanterna da Serie A, além de devolver o atacante ao seu país natal.

Na sua volta ao Chile em 2015, o atacante teve mais um empréstimo, dessa vez ao Unión La Calera, marcando míseros 4 gols em 26 partidas. E foi entre os dias presentes na Itália e a sua volta ao Chile que Alejandro foi convocado para a Seleção Chilena Sub-20 devido ao seu enorme potencial apresentado em campo, para a disputa do Sudamericano de 2015, ocorrido no Uruguai. Foi titular em 2 das 4 partidas e não marcou nenhum gol. Retornou ao San Felipe para aquela que seria a sua última temporada no clube, anotou, no entanto, 6 gols em 25 partidas, até que fora emprestado pela última vez ao Audax Italiano na temporada 2017/18, para lá se firmar de vez.

Resultado de imagem para ignacio jeraldino
Twitter oficial do Audax Italiano – Reprodução

Análise

Em dois anos jogando em La Florida, cidade onde o Audax manda os seus jogos, Jeraldino chegou aos seguintes números pelo clube:

*O Campeonato Chileno de Futebol de 2017 Transición (Primera División) foi a 101ª edição do campeonato do futebol do Chile. Em turno único os 16 clubes jogam todos contra todos, mas somente em jogos de Ida, visto que era um torneio de transição do modelo “europeu” para o modelo “sul-americano” (jogos todos contra todos, turno e returno, durante o mesmo ano-calendário, como foi o Campeonato Chileno de Futebol de 2018).

2017 – Transición (Primera División) + Copa Chile:

  • 8 jogos disputados (357 min. em campo)
  • 1.28 xG e 0.01 xA
  • 1.76 remates/90min (42,9% no gol)
  • 0.25 assist. para remate/90min
  • 15.13 passes/90min (68,3% de acerto)
  • 1.01 passes longos/90min (50% de acerto)
  • 11.09 duelos aéreos/90min (28,6% vencidos)
  • 1.26 dribles/90min (0% de acerto)

2018 – Primera División + Copa Chile + Sul-Americana

  • 39 jogos disputados (2.882 min. em campo)
  • 12 gols marcados (8 pela Primera e 4 pela Copa)
  • 2 assistências dadas (ambas pela Primera)
  • 10.62 xG e 2.48 xA
  • 2.07 remates/90min (47,1% no gol)
  • 0.64 assist. para remate/90min
  • 22.33 passes/90min (68% de acerto)
  • 1.71 passes longos/90min (58,9% de acerto)
  • 14.03 duelo aéreos/90min (42% vencidos)
  • 2.04 dribles/90min (49,3% de acerto)
Gol de Jeraldino com o menor xG de 2018 – 23% de chance de gol

O acréscimo no futebol do ítalo-chileno foi enorme em poucos meses de diferença. Ainda em 2018, a contar pela Primera División, Ignacio foi o vice-artilheiro sub-23 do torneio, atrás apenas de Eduard Bello, além de ter sido um dos responsáveis por levar a equipe do Audax Italiano as finais da Copa Chile diante do rival Palestino, o centroavante chegou a anotar o segundo gol do Audax no jogo da volta, mas não foi o suficiente e o time acabou derrotado (nas duas mãos).

Resultado de imagem para ignacio jeraldino parma
Jeraldino pela La Roja – Via De Primeira (Twitter)

Nesse mesmo ano, o atacante dos Audinos recebeu a sua primeira chamada internacional pela Seleção Chilena principal, e foi no dia 11/09 que ele fez a sua estreia diante da Coreia do Sul, atuando por 36′ em um amistoso que terminou empatado sem gols. Depois dessa primeira convocação o avançado chileno recebeu mais 3 “oportunidades”, jogando 33′ contra o Peru, 12′ contra a Argentina e 30′ contra Honduras, todos esses jogos foram amistosos, e Ignacio não chegou a balançar as redes em nenhum deles, visto que, além da baixa minutagem em campo, jogou fora de sua posição preferida.

Em 2019, Jeraldino é o vice-artilheiro do Campeonato Chileno com 11 gols marcados em 22 partidas, assim como o argentino Tobías Figueroa, que estão atrás apenas de Lucas Passerini, com 14 tentos. Desconsiderando os atletas acima de 23 anos de idade, o nosso Player For The Future seria então o primeiro colocado quando o assunto é bola na rede. Anda pela Primera División, Ignacio possui 3 passes para gol e pela Copa Chile o centroavante furou a meta rival mais 2 vezes.

Devido aos crescentes protestos ocorridos no país, o campeonato chileno se encontra paralisado desde o dia 17/10, data das duas últimas partidas realizadas no país andino. Sendo assim, todos os clubes disputaram pela Primera División um total de 24 partidas cada, faltando ainda 6 rodadas para que a principal competição de futebol do Chile se encerre. Abaixo, traremos algumas estatísticas sobre o nosso indicado:

Dados via Wyscout – Imagem via Players For The Future

A sua boa estatura e o seu físico privilegiado fazem de seu corpo uma arma a mais que muitos outros atacantes não possuem. É importante dizer que Ignacio não é um atacante de técnica apurada (2.62 dribles/90min. e 33,9% de acerto), longe disso, ele é um centroavante “trombador”, com boa mobilidade à frente e que importuna os defensores adversários com o contato físico, bom posicionamento e interpretação de espaços. Ainda assim, estamos falando de um finalizador nato, que conhece a grande área como poucos, e possui uma ótima porcentagem de acerto de remates, cuja média é de 1 gol a cada duas partidas.

Bom cabeceador, Ignacio soma 217 disputas aéreas ao longo da competição – o 3º nesse atributo -, e uma média de 10.16 por partida (39,2% de acerto), entretanto, apesar de não ser um jogador com tanto poder técnico, Jeraldino também não “passa fome” com a bola nos pés.

Gol de Jeraldino com o maior xG de 2019 – 52% de chance de gol (excluindo-se pênaltis)

Ele produz em média 22.06 passes por 90 minutos, cuja porcentagem de acerto é de 69,6%. Seus números ligados a lançamentos na área são de 2.43 cruzamentos/90min. e 34,6% de eficiência, afinal de contas, o seu lugar é próximo à baliza adversária, e é ele quem deve receber tais passes para concluir as jogadas, e não o contrário. Dos 11 tentos anotados em 2019, 10 foram de dentro da área. E mesmo com uma baixa porcentagem de passes e cruzamentos, Alejandro já criou 11 passes decisivos, número esse que lhe coloca em 3º lugar avaliando apenas jogadores sub-23.

Wyscout

Por fim, o chileno tem resistência o suficiente para se manter em movimento durante boa parte das partidas, o que lhe credencia como um bom recebedor de passes longos nos espaços vazios deixados à sua frente, em situações onde os defensores adversários não conseguem lhe acompanhar e precisam disputar no corpo a corpo com o camisa 20. Mesmo sendo um centroavante mais finalizador, por vezes ele tem atuado aberto pela esquerda (e direita) do campo, conforme solicitado pelo treinador Juan Ribera, de 39 anos, e demonstrado na imagem ao lado que apresenta o posicionamento médio do atacante na competição.

Conclusão

Times como o Feyenoord-HOL, Nantes-FRA e Genk-BEL estiveram monitorando o ótimo centroavante há aproximadamente dois meses. Especula-se que o time holandês realizou uma oferta no valor de 1.500.000 de euros aos Itálicos, no entanto, sem nenhuma confirmação de negociação até então.

Palmeiras

Compactação e mobilidade. É isso que prega Mano Menezes a seus times, e é também por isso que Jeraldino poderia vir a ser uma boa escolha para o próximo Campeonato Brasileiro. O Audax Italiano é hoje, o time que menos arremata contra seus adversários, entretanto, é o 5º colocado no quesito gols marcados. Podemos perceber, portanto, que a eficiência ofensiva é um ingrediente crucial nos Audinos – eficiência essa que (somada a outros fatores) foi o que culminou na saída do treinador gaúcho de seu antigo clube, o Cruzeiro.

Uma dupla de ataque entre Jeraldino e Luiz Adriano poderia dar ao Palmeiras uma mescla entre força física, remates precisos e velocidade (esse último mais ligado ao Luiz), o que, no fim das contas, poderia levar ao time paulista mais mobilidade ofensiva, mas menos compactação e força de marcação. Com Dudu criando pela ponta-esquerda e Scarpa pelo lado direito, o ataque seria abastecido o suficiente para manter uma campanha tão boa quanto a desse ano na competição, que, não fosse o “super” Flamengo, estaria liderando o torneio nacional, além de rejuvenescer o elenco atual, cuja média de idade é de 28,81 anos. Obs: no ano passado nessa mesma 28ª rodada o Porco estava com 56 pontos, 1 a menos que na temporada atual.

Santos

É evidente a falta de um atacante (de origem e) matador ao Santos, que utiliza Eduardo Sasha, um extremo de origem, no centro de ataque em diversas ocasiões. O “jogo de posição” utilizado por Sampaoli sugere a utilização de um atacante que gere profundidade no ataque, ou seja, que puxe o próprio time para cima do adversário, visto que esse centroavante estará posicionado entre os zagueiros adversários e/ou à frente dos mesmos segurando-os (posicionalmente falando) e buscando espaços para que os seus companheiros possam criar as jogadas mais próximos da área e, ocasionalmente, do gol.

Com um jogador mais finalizador, mas que possui vitalidade e entendimento de jogo para se mover nos momentos certos para receber as bolas trabalhadas por Soteldo, Marinho, Carlos Sánchez e afins, Alejandro poderia muito bem ser esse homem à frente, tanto para que ele possa se associar aos criadores alvinegros, quanto para aproveitar oportunidades de gol que o time venha a ter dentro das partidas. Outro ponto positivo ao jogador seria trabalhar com um treinador tão acima da média quanto Sampaoli, que é argentino, o que poderia ajudar na adaptação do centroavante.

O seu valor de mercado gira em torno de 675.000 euros atualmente, o que convertido em reais daria aproximadamente 3 milhões. Um valor salgado para alguns, mas não para outros times que precisam aumentar a sua estabilidade ofensiva e diminuir a distância para os demais em termos de qualidade do elenco.

Comente aqui se você acredita que o ítalo-chileno poderia fazer parte do seu time, e quais características do atleta você mais evidencia em um atacante matador.

1 comentário em “Scout PFTF – Ignacio Jeraldino

  1. Ele deveria ir pro Cruzeiro para evitar nossa caída! Só assim! Esse cara é top!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: