Artigos Home & News Scout PFTF

Scout PFTF – Anderson Contreras

Nome: Anderson Rafael Contreras Pérez

Idade: 19 (30/03/2001)

Altura e Peso: 1,77m e 64kg

Melhor pé: Esquerdo

Naturalidade: Socopo, Venezuela

Nacionalidade: Venezuelana

Posição: Volante / Meia-central

Clube atual: Caracas FC

Amante do reggaeton e da salsa, estilos musicais notoriamente latinos, Anderson utiliza do seu gingado e presença não só nas pistas de dança, mas principalmente nos campos por onde desfila do seu vistoso futebol.

No clube da capital venezuelana desde os 12 anos de idade, Contreras fez parte de todas as equipes de base do Caracas, iniciando na categoria sub-12 para a sub-14, e da sub-16 para a sub-18, onde foi campeão.

Partida que deu o título do Torneio Clausura de 2019 ao clube – Foto: Reprodução/Instagram

Por falar em título, Anderson fez parte, logo no ano da sua estreia como profissional, do time mais jovem da Primeira Divisão Venezuelana a conquistar o título do Torneio Clausura de 2019 e posteriormente, o título de campeão absoluto da Série A do país ao bater o Estudiantes de Mérida (ganhador do Apertura do mesmo ano), juntamente de outro conhecido dos leitores do “Scout PFTF”: Daniel Saggiomo, hoje na Espanha.

Elenco do Caracas FC festejando o título da “grande final” – Foto: Reprodução/Instagram

*Para se sagrar o campeão “absoluto” da Liga FUTVE (Primeira Divisão do país), o clube precisa vencer os dois torneios curtos (Apertura e Clausura) da temporada, evitando assim uma nova final e se sagrando campeão de forma direta, porém, caso isso não aconteça, os vencedores do Apertura e do Clausura se enfrentarão para decidirem qual será o campeão nacional.

Anderson chegou a marca 35 partidas oficiais pelo Caracas, além de já ter anotado 4 gols e 5 assistências. Sua importância – especialmente nos momentos decisivos da competição – foi tanta que a o camisa 18 iniciou o ano de 2020 como titular absoluto na equipe da capital, estreando pela Libertadores da América e marcando, inclusive, em seu segundo jogo na competição.

Análise

Mapa térmico posicional do camisa 18 (2019)

Canhoto de corpo esguio, Contreras atuou na temporada passada (principalmente) pelo lado direito da volância dos Rojos del Ávila, formando uma dupla de volantes/meias-centrais nas formações de 4-4-2 ou 4-2-2-2, utilizadas constantemente pelo treinador Noel Sanvicente. O camisa 18 é um dos principais responsáveis por descer até os centrais para se oferecer como a primeira opção de passe e, a partir daí, iniciar o processo de construção ofensiva através de sua ótima saída e visão de jogo.

Sua capacidade em passar a bola, seja através de passes curtos ou lançamentos longos, é notória, e o seu primeiro contato com a bola e conseguinte controle orientado o fazem uma arma quando o assunto é construir e eliminar pressões através do passe. Foi o camisa 18 o jogador sub-23 com mais assistências dadas na Liga FUTVE de 2019: 5 no total, sendo 3 delas durante as semifinais e finais do Torneio Clausura. Números importantes e que lhe renderam uma chamada à Seleção Venezuelana Sub-23 que disputou o Torneio Pré-Olímpico de 2020.

Elegante com a bola nos pés, Anderson usa de sua estatura e pernas longas para avançar com dinamismo e velocidade enquanto carrega o esférico em meio ao campo rival e também para escondê-la nos momentos de marcação adversária. Suas habilidades defensivas não deixam a desejar, sejam em quantidade ou qualidade: foram 9.23 duelos defensivos (a cada 90 mins.) travados, cuja taxa de êxito ultrapassou os 50%, além de 3.56 interceptações por jogo, proporcionadas especialmente pela sua boa leitura de jogo e posicionamento em campo. Quando o Caracas se põe a pressionar o seu adversário no campo rival ou quando ocupa as últimas faixas do gramado, Anderson se posiciona acima da linha divisória do campo em busca de recuperar a bola o mais rápido possível. Foram 8.08 recuperações, sendo 3.25 dessas efetuadas no campo adversário.

Além da capacidade em passar com qualidade e defender baseando-se no seu bom posicionamento, os momentos de bola parada fazem de Contreras um jogador com diversos argumentos ofensivos e defensivos a serem potencializados. Três das cinco assistências supracitadas que ocorreram nas fases finais do campeonato de 2019 vieram de cobranças de escanteio, uma delas aos 90′ com o placar desfavorável em um gol:

Assistência diante do Deportivo Táchira pelo segundo jogo da semifinal do Clausura 2019
Golaço de falta anotado por Anderson na 4ª rodada da Liga FUTVE de 2020
Mapa de chutes de Contreras em 2019

Não sendo exatamente um volante box-to-box, Anderson tende a não adentrar tanto a área adversária quando atua como volante pelo lado direito, se restringindo ao terceiro quarto do campo, onde é capaz de passar (o esférico) para a área (2.16 passes p/ 90mins.) ou até mesmo rematar (1.53 remates por partida) – mesmo que esse movimento não tenha sido tão bem aproveitado com a bola em movimento -.

Mesmo com tantos atributos relacionados, Anderson poderia melhorar o seu rácio de passes dados (80,7%), visto que ele preza por passes de maior risco e que precisam receber uma polidez maior do que um simples passe curto. Entretanto, estamos falando de um volante cuja inteligência e visão de jogo se sobressaem em relação às demais habilidades, com ótima capacidade em passar e realizar lançamentos, capaz de lançar pressões e defender em busca da retomada da posse, além de ser um ótimo cobrador de livres.

Conclusão

Tal como dito pelo próprio e publicado pelo site do clube, um de seus desejos é fazer sucesso no exterior, num nível maior e que consequentemente lhe beneficiará com maiores experiências.

Com um perfil que mescla características de um segundo volante e um volante construtor, Anderson deverá prezar por clubes que tenham preferências ofensivas, que tenham times que busquem controlar e ditar o ritmo de jogo, permitindo assim que o seu futebol apareça ainda mais.

Flamengo

Desde a chegada de Jorge Jesus ao comando do rubro-negro carioca, o Flamengo é, sem dúvidas, o clube que melhor dita o ritmo que quer inserir em uma partida em terras brasileiras, e a necessidade de renovação do elenco que conquistou a tríplice coroa em 2019 já se faz presente.

Enquanto que Gérson está prestes a completar 23 anos e provavelmente retornará a Europa num futuro próximo, Diego Ribas, seu reserva, já possui 35. Uma eventual ida do selecionável venezuelano ao clube do Rio de Janeiro faria bem a todos, desde que Anderson tivesse a certeza de que poderia desfrutar de alguns jogos pelo clube, e não ficar apenas no banco.

Aprender e vivenciar experiências com jogadores como Gérson, Diego e principalmente, o treinador Jorge Jesus, acrescentariam e muito ao futebol do garoto e poderia lhe estabelecer como uma das grandes joias do futebol Vinotinto. Seja para atuar em posições escalonadas em campo e ditar o ritmo das partidas, seja para atuar mais à frente tal como faz Éverton Ribeiro, Contreras poderia assimilar ambas funções e posições em busca de aumentar o seu leque de argumentos em campo.

Fortaleza

Com a dupla de volantes Felipe e Juninho participando de praticamente todos os jogos de 2020, Rogério Ceni leva consigo ideias sólidas e bem formadas do que precisa em seu elenco, além de não abrir mão de ambos os jogadores citados.

Gestor capaz de trabalhar com jovens jogadores e útil nos momentos de utilizá-los em campo, Ceni seria um mentor e tanto para Contreras no elenco do Leão de Pici, capaz de utilizá-lo quando necessário e permitindo que ele participe de um clube em pleno crescimento no mais alto nível do futebol brasileiro e no segundo escalão continental.

Mais do que isso, Rogério utiliza o 4-4-2 tão conhecido por Anderson, cujos extremos tem um papel importantíssimo em campo com velocidade e desdobramentos defensivos e ofensivos, além, claro, dos volantes que são praticamente os armadores do time, qualificando a articulação e a construção de jogo.

Seja no Flamengo, Fortaleza ou em qualquer outro clube brasileiro, seria gratificante ter um talento tão grande e com ótimas perspectivas de crescimento no elenco tal como é Anderson Contreras. Um aumento na dificuldade e no nível do futebol praticado fariam maravilhas a ele e ao seu futuro.

Comente aqui qual você acredita ser a melhor característica do camisa 18 do Caracas e onde gostaria de vê-lo jogar no Brasil.

*Foto: Reprodução/Instagram.

0 comentário em “Scout PFTF – Anderson Contreras

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: