Artigos Home & News

A surpresa da temporada portuguesa tem nome e sobrenome: Jorge Mendes

Atualmente na 5ª colocação da Liga NOS 2019/20, o FC Famalicão vem surpreendendo até mesmo o mais fervoroso e otimista torcedor do clube. Afinal de contas, como um clube pequeno e que há cinco anos se encontrava na terceira divisão nacional está hoje brigando por uma vaga nas competições europeias?

Grande parte desse resultado tem um nome e sobrenome: Jorge Mendes.

Jorge Mendes é um megaempresário dono da empresa Gestifute, responsável por gerir a carreira de atletas mundialmente conhecidos como: Cristiano Ronaldo, João Félix, Bernardo Silva, James Rodríguez, entre outros. Além da sua carteira de clientes contar com os principais nomes do esporte, Jorge possui também uma rede de contatos muito grande cujo relacionamento com as equipes europeias é bem forte.

Entretanto, antes de Jorge Mendes existe um mandatário cujo dinheiro veio para dar algo que antes não existia no clube: segurança e estabilidade em termos financeiros e de gestão. Idan Ofer é um bilionário israelense e amigo pessoal de Jorge Mendes, que lhe fez uma proposta para que ele investisse no clube em prol de um olhar a longo prazo.

Antes disso ocorrer em 2018, Idan já fazia parte do quadro societário de outro clube, o Atlético de Madrid, onde era dono de um terço da agremiação esportiva, e foi na cidade localizada a 30km do Porto que ele decidiu tomar novos rumos. No início da temporada 2018/19, 51% da Sociedade Anônima Desportiva (SAD) do clube de Famalicão foi adquirida pela Quantum Pacific Group – cujo presidente é o israelita – e, um ano depois, o clube que passava por maus bocados na Segunda Divisão Portuguesa conseguiu o seu sonhado acesso à Primeira Divisão após longínquos 25 anos de ausência, além de possuir um orçamento anual de 7.5 milhões de euros, números grandiosos para o atual cenário da liga. No início de Setembro passado a Quantum aumentou a sua participação e pulou de 51% para 85%.

Após a união de dois amigos que possuem o dinheiro, conhecimento e os contatos necessários para realizar mudanças, executar e manter um projeto bem idealizado, o resultado tem sido melhor do que o esperado e, como disse o CEO do clube, Miguel Ribeiro, se trata de um casamento perfeito:

“O Famalicão tem uma relação privilegiada com Jorge Mendes. A Gestifute foi sócia do clube e da Quantum Pacific na constituição de nossa sociedade anônima. Foi quem celebrou o casamento entre as duas partes.”

Miguel Ribeiro em entrevista ao jornal português Expresso

Jorge Mendes é responsável direto por conseguir bons e jovens atletas por empréstimo, e que fazem o clube da Vila de Famalicão possuir hoje a menor média de idade da competição, com 24,4 anos em média, composto por jogadores de grande potencial tais como Nehuén Pérez (Atlético de Madrid), Alex Centelles (Valência), Uroš Račić (Valência), Pedro ‘Pote’ Gonçalves (formado no Braga e com passagens pelo Valência e Wolverhampton, clubes que usufruem diretamente da parceria com Jorge Mendes), entre outros.

Nehuén Pérez mesmo é um caso bastante particular: o central argentino é o capitão de sua seleção desde o sub-20 e chegou a integrar o time principal da Albiceleste após suas boas partidas nos campos de Portugal, sendo, inclusive, um dos nomes sul-americanos a concorrer ao prêmio de Golden Boy 2020.

“Nem nos meus sonhos mais loucos eu poderia imaginar que lideraríamos o Campeonato Português!”

Ramiro Carvalho, 64, no início da competição quando o clube encontrava em 1º colocado

Tudo isso, porém, só pôde ocorrer com o clube localizado ao norte de Portugal após a recusa do Rio Ave, outro clube do norte do país, que se beneficiou dos contatos de Jorge Mendes e que decidiu não ceder o controle do clube para um grupo chinês chamado Fosun, assim sendo, o agenciador de jogadores profissionais buscou por outro projeto (leia-se clube) para colocar na primeira divisão, tendo reforçado o plantel do Famalicão com aproximadamente 20 atletas ligados à Gestifute.

Jorge Mendes (de gravata azul claro) e integrantes do grupo chinês Fosun, investigada por movimentos envolvendo a compra e venda de atletas

A revolução levada por Mendes ao clube, fez não só o valor de mercado dos atletas e do elenco subir e se tornar a 6ª equipe mais valiosa do país, como também abriu portas para a vinda atletas que outrora seriam impossíveis de serem adquiridos e que só se mudaram para a Vila por influência do homem forte do esporte.

“Temos consciência da importância de Jorge Mendes no clube, sem ele o Famalicão não poderia trazer todos esses jogadores.”

Francisco Fortão, 37, torcedor do clube.

Ninho de brasileiros, o clube já teve Abel Braga como técnico da equipe entre os anos de 1988 e 1991, e que hoje possui nada menos do que 9 atletas representando o Brasil, número superior inclusive a quantidade de portugueses no elenco.

Tamanha a surpresa provocada pelo time de João Pedro Sousa, antigo auxiliar técnico do português Marco Silva (ex-Everton), o clube que está na zona de classificação para a pré-eliminatória da Europa League se encontra a apenas 3 pontos de uma vaga direta para a competição continental, algo realmente inimaginável um ano atrás e que já tem planos de expandir o seu estádio com mais 2.000 lugares, cujo investimento terá um custo aproximado de 8 milhões de euros – realidade também inexistente em outros tempos -.

O projeto que possibilitou a união de players influentes de dentro e fora do esporte parece caminhar bem e a passos largos de superar as expectativas traçadas no início dessa trajetória, entretanto, é preciso cuidado e principalmente, transparência junto ao torcedor, para que esse não seja mais um caso em que um bilionário se apropria de um clube, traz glórias no curto-prazo e leva a agremiação à falência logo depois.

Assim como tudo na vida, essa é uma parceria de mão dupla, onde Jorge Mendes irá certamente se beneficiar no futuro com a valorização de “seus” atletas e que ajudará o clube, seu mandatário e seus torcedores a obterem os dividendos da melhor forma possível: surpresas, conquistas e estabilidade para o futuro de um clube tão instável no passado recente.

Comente aqui se você acredita que essa parceria irá gerar bons frutos para todos os envolvidos, ou se acha que o clube poderá ser mais um “Málaga” da vida.

0 comentário em “A surpresa da temporada portuguesa tem nome e sobrenome: Jorge Mendes

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: