Artigos Home & News Scout PFTF

Scout PFTF – Facundo Waller

Nome: Facundo Federico Waller Martiarena

Idade: 23 (09/04/1997)

Altura e Peso: 1,73m e 70kg

Melhor pé: Esquerdo

Nacionalidade: Uruguaia

Posição: Meia-central / Meia-esquerda

Clube atual: Plaza Colonia

Criado e formado pelo Plaza Colonia, pequeno clube uruguaio localizado ao sudoeste do país, mais precisamente na cidade de Colônia do Sacramento, Facundo precisou superar muitas dificuldades fora dos gramados para se tornar uma referência dentro do clube.

Campeão do Sul-Americano Sub-20 em 2017 com o Uruguai, Waller e todo o elenco charrua chegaram motivados para a disputa da Copa do Mundo da modalidade realizada 4 meses depois. Logo na partida de estreia, Facundo sofreu uma grave lesão aos 30′ de jogo que o tirou do resto da competição e o deixou afastado do futebol pelos próximos 223 dias. Ao menos da prática, pois a sua cabeça certamente estava no jogo.

Recuperado da lesão causada pelo rompimento dos ligamentos cruzados, ele foi emprestado ao Nacional de modo que pudesse não só se reabilitar em campo mas também atuar por um dos maiores clubes do país. Um ano depois, porém, mesmo sem ter estreado pelo Tricolor, Waller sofreu mais um baque: em um dos treinamentos com a equipe principal do Nacional, o meia teve seus ligamentos rompidos novamente, cuja recuperação exigiu mais 253 dias longe da bola e, ao término de tudo, retornou ao Plaza Colonia sem sequer ter jogado pelo time principal dos Albos.

Tenfield.com » Peruzzi y Waller con la tricolor
Facundo Waller (dir.) em sua apresentação no Nacional | Foto: Tenfield

Análise

Facundo: posicionamento médio da temp. 2019

Meio-campista versátil e multifuncional, Facundo é canhoto e ponta-esquerda de origem, também conhecido por extremo(a). Atleta de boa técnica e habilidade com a bola nos pés, Waller é capaz de atuar (bem) tanto junto do costado esquerdo quanto mais “interiorizado” como um meia-central.

Apesar de conviver durante anos com lesões graves que o afastaram do gramado e um empréstimo ao Nacional, o camisa 15 dos Albiverdes já soma mais de 80 partidas oficiais, 10 gols e 11 assistências. Números bastante chamativos para alguém na sua posição, idade e histórico.

Waller foi o líder do Plaza Colonia em várias métricas ofensivas na Liga Uruguaia de 2019, sendo ele o maior gerador de passes decisivos, com 10 no total e o maior driblador do time, com 109 movimentos tentados e incríveis 65 dribles conseguidos – números incríveis, diga-se, cuja taxa de êxito beira os 60%. De maneira não obstante, seu apego com a bola se destaca em diversos momentos, seja para conduzir ou para passar. Em relação a esse último quesito, sua taxa de acerto de passe sequer chegou aos 75%, número bem aquém para alguém que atua como um elo ligando defesa e ataque.

Tenfield.com » Top 3 volantes: Facundo Waller de ida y vuelta
Foto: Tenfield

Habilidoso, batalhador e inteligente, Facundo faz às vezes de um carrilero em campo pelos Patas Blancas, cuja função pode ser resumida como um meia-central que cobre áreas laterais e tem capacidade defensiva e mental para brigar pela retomada da bola e gerar perigo mais à frente através do passe ou de boas chegadas no campo rival. Falando nisso, o capitão do Uruguai Sub-23 tem um remate de média e longa distância de muita potência, porém pouco aproveitado: em média, o camisa 15 finalizou apenas 2.13 vezes por partida, sendo 85% dos seus remates de fora da grande área. E quando a finalização é boa, ele arranca golaços como esse:

Golaço diante do Zamora pela Libertadores de 2020

Com bom controle de bola, visão de jogo e capacidade de se deslocar de maneira inteligente pelo campo, Waller faz hora extra nos campos uruguaios e deve ir, mais cedo ou mais tarde, para times de maior expressão num campeonato ainda mais disputado. Diferentemente do que vem acontecendo com seus passes mais curtos, seus 5.29 lançamentos por partida são um tanto quanto precisos, dada a maior dificuldade nessa ação, seja para encontrar os pontas abertos do outro lado do campo ou para lançar companheiros em direção à área.

Mesmo passando pelo que passou, sua capacidade atlética lhe permite atuar com intensidade e aplicação nos momentos defensivos, cujo bote é uma de suas armas quando o assunto é se defender. Ao todo, Facundo ganhou 5 dos 9 duelos disputados por partida, em média, além de ter somado 50 interceptações ao longo do campeonato.

Conclusão

Waller é um meia que tem facilidade para se adaptar aos mais diferentes cenários e posições. Como dito, a sua duradoura estadia no clube da cidade de Colônia do Sacramento ainda se mantém única e exclusivamente por suas lesões terem atrapalhado o seu progresso.

Com uma enorme inclinação para construir desde o lado esquerdo, seja com suas 2 assistências para remate por jogo ou com seus lançamentos longos e precisos, Facundo é útil tanto nos momentos de recuperação da posse quanto nas transições ofensivas do Plaza Colonia. Sua presença no Uruguai Sub-23 é certeira, assim como fora em outros tempos nas divisões menores (sub-20). Com um valor de mercado que sequer chega a 1 milhão de euros, segundo o Transfermarkt, certamente ele ingressará clubes que podem lhe oferecer mais competitividade e crescimento dentro e fora de campo.

Internacional

Uma mudança para o Rio Grande do Sul poderia vir a calhar no seu desenvolvimento junto ao bom técnico Eduardo Coudet. Seu físico seria predominante nos momentos sem bola visando recuperar o esférico com pressões desde o campo rival e marcação cerrada junto do portador da pelota – características marcantes do estilo do técnico argentino.

Tal apego aos movimentos mais intensos poderia lhe custar caro em relação ao seu histórico, seja pelo receio de uma nova lesão ou por embates que gerem, de fato, lesões futuras. Apesar disso, sua verticalidade e capacidade com a bola no pé seria, certamente, mais bem visto e utilizado em cenários diferentes e competitivos: como a Libertadores, Brasileirão e Copa do Brasil – competições em que o Inter se encontra.

Para o clube, a aquisição do meia traria sangue novo à equipe e qualidade com e sem a bola, para Facundo, seria o início de um novo desafio que poderá lhe promover ao posto no qual ele sempre fora indicado: de realidade e de um jogador de muita qualidade.

Santos

De maneira semelhante ao que ocorre no Internacional, o Santos (e grande parte dos clubes brasileiros) necessita de uma renovação em seu elenco. O Peixe, por outro lado, conta com uma das melhores bases do país e vive um momento delicado em suas finanças, muito por isso, o clube se vê obrigado a utilizar grande parte de seus jovens podendo “queimá-los” em campo e pular etapas importantíssimas na trajetória dos atletas.

Com poucos atletas no meio-campo e que tenham qualidades semelhantes às de Waller, seu jogo seria um acréscimo e tanto ao time de Jesualdo, seja pela maior quantidade de peças disponíveis e também pelo leque de possibilidades que o seu estilo levará aos diferentes momentos da partida.

Em decorrência da crise financeira do Santos, o valor do seu passe poderia ser um tanto quanto salgado para os clubes daqui, assim como para o Internacional, muito por isso, a sua vinda poderia ser um impasse quando falamos dos custos da transferência.

Em resumo: seria maravilhoso ter o uruguaio jogando em terras brasileiras (e de toda a América do Sul). Seja por suas lesões ou pela busca dos clubes brasileiros, argentinos e dos demais países com poderio para tal, é certo que Facundo irá se mudar do seu país, ou pelo menos do seu clube. Sorte será a de quem conseguir contratá-lo agora.

Comente aqui o que você acha do futebol do garoto e se acredita que ele seria uma mais valia para os clubes brasileiros e da América do Sul.

0 comentário em “Scout PFTF – Facundo Waller

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: